Tag Archives: Metas

2008…

5 Jan

…Foi um ano muito bom. Talvez eu possa dizer que foi um dos melhores da minha vida. 🙂

Em 2008 eu me tornei mais decidida, tanto no que queria fazer, como no que queria ser.

Foi o ano em que me formei em Jornalismo na UCPel (dia 12 de Janeiro de 2008). Ao mesmo tempo, eu estava dando aula na UFPel como professora substituta da disciplina Zoonoses e Saúde Pública e Saneamento.

Foi o ano também que passei no mestrado em Comunicação da UNISINOS (e com bolsa integral) e que comecei a estudar coisas que eu, realmente, gostava. Se a minha avó Ricardina estivesse viva, com certeza, ela estaria megamente feliz, pois ela foi uma das pessoas que mais me apoiou nas minhas decisões loucas de estudos. 🙂

2008 foi o ano em que eu fiquei noiva (o que é muito legal…mais do que eu imaginava, até). Passei a construir planos e sonhos com outra pessoa, aprendendo (de certa forma) a não pensar só na minha vida ou no meu futuro, apenas. A coisa ficou mais séria e nós, mais apaixonados. 😛 Passei a planejar coisas que eu não planejava e o mais estranho é que passei a gostar do que nós planejamos, achando super mega divertida as novas idéias que surgiram.

Foi o ano em que eu fiz o meu primeiro parto (em cães, óbvio), pois a minha área da veterinária nunca passou perto da clínica. A Mig não conseguia cortar o cordão umbilical da Web e a Tag já estava a caminho. Então, fiz uma simples incisão para separar a mãe da filhotinha. Apesar de ter sido algo megamente simples  e que não exigia nenhum curso de medicina veterinária para um cidadão fazer, foi importante para mim. Er…digamos que a simbologia do fato me fez bem. 😛

Em 2008 eu passei a viajar sozinha (algo que eu não tinha feito antes). Pois é, minhas viagens eram sempre acompanhadas. Hahahahah! Na verdade eu nunca precisei ir a algum lugar em que não estivesse algum parente ou amigo junto. Esse ano, eu aprendi a ir até POA sozinha, sem errar o caminho e sem me perder naquelas 10948320984098 curvas da ponte (inclusive, aprendi a ir até São Leopoldo e não errar a estação de trem). Hahahahah! Resumindo: digamos que eu aprendi a ser menos distraída.

Morei sozinha pela primeira vez. Por um lado eu gostei, fazia as coisas na hora que queria e organizava minhas coisas como tinha vontade. Não tinha ninguém mandando eu arrumar o meu quarto e muito menos alguém mexendo no meu computador. 😛 Essa sensação é ótima. Dá um ar de liberdade que eu nunca tinha sentido (só imaginado enquanto eu morava na casa da Raquel quando ela fazia as várias viagens dela). Por outro lado, eu achava mega estranho falar com as paredes, não ouvir pessoas gritando, cachorros latindo ou as calopsitas tagarelas da janela do meu quarto. De noite, principalmente, eu estranhava horrores. Tiveram alguns dias que eu, literalmente, nao usei as minhas cordas vocais. Muito estranho…Apesar de eu ter acostumado, admito que a companhia de alguém ainda me deixa mais feliz do que eu sozinha comigo mesma :P.

Em 2008 eu aprendi que o mundo acadêmico é muito legal e, ao mesmo tempo, não é tão mil maravilhas como todo mundo pensa. Vi que só se dão bem mesmo, aqueles que realmente gostam e batalham em seus trabalhos. Aprendi que tem gente legal (muuuito legal, inclusive) e gente muito chata.  A parte das pessoas legais foi muito marcante, especialmente por eu já ouvir falar tanto delas e já esperar que elas fossem inteligentes e divertidas, só que, no momento em que as conheci, descobri que eram muuuuito melhores do que eu imaginava ou me diziam. Isso foi tri. 🙂

Apesar das minhas constantes crises identitárias e do meu rendimento não tão esperado para 2008 como eu planejava, eu adorei aprender a “aprender de novo” e adorei mais ainda as coisas que eu estudei.  Estou gostando tanto do mestrado que já tenho visão para um doutorado.
Eu entendi também que todos “somos humanos” e que ninguém é igual a ninguém. Aprendi que é importante eu traçar o meu caminho, independente do que os outros acham que eu devo fazer. Aprendi   que nem sempre o aluno bom tira 10 e que nem sempre o “sacrifício” é um sacrifício para quem gosta de estudar, de ler e de escrever.

Em 2008 eu parei de dançar 8 meses. Não morri de saudades porque minha vida deu uma super virada e também porque eu sou uma pessoa super adaptável às circunstâncias que surgem. No entanto, quando escutava alguma música, os passos me vinham na cabeça e eu vi que aquilo era algo que fazia parte de mim, mesmo eu não estando mais nos palcos depois de 18 anos.   Em agosto de 2008 eu voltei e superei o tempo parada, dancei bastante, voltei a forma, mas não pretendo continuar até o final deste ano, pois é preciso fazer escolhas, e eu já tenho claro o que quero para mim neste novo ano.

2008 foi o ano em que eu comprei coisas legais, pela primeira vez, com o meu dinheiro, como o meu  MacBook (apesar de ter estragado) e o meu iPod Nano (sem ajuda do pai). Na verdade, eu simplesmente aprendi a juntar dinheiro, a economizar mais e dar valor ao salário que a gente recebe. 😛

Em 2008 eu também:

Participei de congressos interessantes;
Fiz viagens legais (Uruguai, São Paulo, Paraná);
Li bastante livros e escrevi mais do que já tinha escrito durante a graduação;
Comi muito, mas emagreci 2 kg;
Voltei para o inglês, dessa vez, super decidida a continuar até o final;
Escolhi o meu nome acadêmico – Rebs;
Fiz novos amigos e perdi o contato com alguns pela distância…
Comecei a correr (e também parei);
Comecei o italiano;

Enfim, 2008 foi um ano produtivo. Digamos que foi um ano em que eu subi vários degraus em minha vida em vários sentidos. Muitos eu tropecei e até caí, mas, com certeza, foi um ano com muito mais acertos do que erros. Não me arrependo de nenhuma escolha. Pelo contrário, estou megamente feliz por tê-las feito e por elas terem sido positivas em minha vida, enchendo o meu ano de coisas boas. Isso, não se deve só a mim (é claro), mas a pessoas essenciais que estiveram ao meu lado, apoiando-me e iluminando minha estrada. 😉

Em 2009 eu vou…

31 Dec

  • Publicar mais em revistas;
  • Escrever artigos mais legais;
  • Terminar o mestrado com chave de ouro;
  • Começar um doutorado power  (preparar-me, né :P);
  • Comer menos;
  • Ler mais;
  • Alugar um apartamento massa;
  • Começar a correr;
  • Emagrecer 3 kg;
  • Conhecer Buenos Aires e Bariloche;
  • Casar;
  • Ter mais tempo para mim;
  • Ser menos furiosa;
  • Aprender a fazer doces bons;
  • Comprar um Macbook que não estrague;
  • Comprar uma cama gigante;
  • Aprender a falar decentemente em inglês;
  • Ser mais organizada;
  • Trabalhar em um emprego que seja legal;
  • Receber um salário legal :P;
  • Plantar uma árvore (ou uma flor);
  • Aprender a ter mais paciência;
  • Ser menos ansiosa;
  • Economizar mais;
  • Comprar um Play3 ou um Wii;
  • Ser mais sociável;
  • Dedicar-me mais ao mestrado;
  • Tomar meu primeiro porre;
  • Começar minha biblioteca;
  • Usar cremes para a pele;
  • Pintar as unhas de vermelho;
  • Não ter medo de avião;
  • Aproveitar mais os congressos;
  • Ter uma nova cachorrinha;
  • Arrumar meu pc;
  • Dançar mais um pouco;
  • Não ter crises identitárias;
  • Cortar o meu cabelo;
  • Não pegar tanto resfriado;
  • Cumprir minhas metas no prazo estipulado por mim;
  • Não perder meu tempo com tanta despesa improdutiva;
  • Decorar minha casa nova com um estilo legal;
  • Viajar mais;
  • Não vou incendiar a casa;
  • Ter mais dinheiro;
  • Aprender a tocar piano;
  • Ir num show de Rock massa;
  • Tirar o aparelho;
  • Doar um pouco das minhas roupas;
  • Comer menos coisas “não-saudáveis”;
  • Abrir mais as janelas do quarto;
  • Organizar melhor a minha agenda;
  • Usar mais os cadernos (e não apenas os livros como caderno);
  • Fazer uma tatoo;
  • Assumir minha personalidade Rebs;
  • Ver mais seriados legais;
  • Ler mais jornais online;
  • Bater mais fotos;
  • Ser mais cuidadosa com os amigos;
  • Cuidar bem do meu futuro marido;
  • Planejar e organizar melhor as minhas metas;
  • Comer mais frutas;
  • Não pegar ônibus com pessoas malas;
  • Continuar branquela;
  • Regular  meu sono.

…Acho que está bom, por enquanto. 🙂  Muita paz, muito amor, saúde e sonhos concretizados para todos neste ano que está chegando (e para mim também, claro). 😉

Feliz 2009 para todos!!!